FHOP

Deserto: Como ele se parece de perto?

Identidade

 

“Quem vem subindo do deserto, apoiada em seu amado?” – Cantares 8:5

Talvez não haja uma estação tão poderosa em nossas vidas quanto o deserto. É bem possível que você esteja tão familiarizado com o nome ‘deserto’ quanto com a estação em si. Nós chamamos de deserto as temporadas da nossa vida que são secas, árduas de passar e muitas vezes solitárias. São épocas desenhadas para o nosso crescimento em Deus e para nosso amadurecimento em amor. Mas, não é bem assim que se parece quando olhamos de perto, não é mesmo?

Se não fosse maravilhoso certamente seria trágico se ficássemos em tempos de abundância sempre. Deus fez tudo de forma perfeita, inclusive as épocas que viveremos. E o mais desafiador é que temos que conviver com pessoas que estão vivendo tempos diferentes do nosso. E Deus também criou isso, e isso também é bom!

Em cantares encontramos este versículo em destaque, descrevendo uma noiva que está saindo da estação seca. Mas, o mais belo é ela estar apoiada em seu amado. Essa é a melhor maneira de sair de um deserto. Depois de tantas coisas que ela viveu com ele, ela ainda permanece apoiada, segura, firme nele e não nela mesma.

“Ele cuidou de vocês em sua jornada por este grande deserto. Nestes quarenta anos o Senhor, o seu Deus, tem estado com vocês, e não lhes tem faltado coisa alguma” – Deuteronômio 2:7

Ainda que o deserto pareça longo e nos sintamos tentados a nos culpar por isso ou culpar alguém por isso, precisamos nos lembrar que essas estações são necessárias. Elas não são uma punição de Deus para nós, mas o cuidado de um bom pai que nos deseja por completo. Sim, temos um Deus que é um líder perfeito. E é apoiado nele que devemos estar. É no deserto que deixaremos que o mais puro incenso suba de nosso coração e lábios até o trono de Deus. Nossa fidelidade e nosso coração, serão provados, mas recompensados pelo Senhor.

Se você está em uma temporada assim, se apoie no seu amado. Permita que seja extraído de você um amor genuíno, firme nele e não nas circunstâncias. Não compare as épocas e não tenha pressa em sair desta estação. Ainda que a pressão tente te fazer desistir, permita deixar seu coração crescer em Deus e seu relacionamento com ele ser fortalecido pelo que é imutável. O tempo no deserto não é tão importante quanto o propósito dele.

“Também no deserto vocês viram como o Senhor, o seu Deus, os carregou, como um pai carrega seu filho, por todo caminho que percorreram até chegarem a este lugar.” – Deuteronômio 1:31

++ Quando Jesus nos tira da nossa zona de conforto

Escrito por Daniela Teles

Dani, originalmente de São Paulo, é missionária intercessora em tempo integral na Florianópolis House of Prayer. Uma mulher que busca o coração de Deus e que tem o desejo de ver uma geração inteiramente comprometida com Jesus, andando no poder do Espírito e em paixão pela Bíblia.

Comentários

comentários

Pin It

» Identidade » Deserto: Como ele se parece...
Em 23 de maio de 2016

Commentários desabilitados.

« »

“Quem vem subindo do deserto, apoiada em seu amado?” – Cantares 8:5

Talvez não haja uma estação tão poderosa em nossas vidas quanto o deserto. É bem possível que você esteja tão familiarizado com o nome ‘deserto’ quanto com a estação em si. Nós chamamos de deserto as temporadas da nossa vida que são secas, árduas de passar e muitas vezes solitárias. São épocas desenhadas para o nosso crescimento em Deus e para nosso amadurecimento em amor. Mas, não é bem assim que se parece quando olhamos de perto, não é mesmo?

Se não fosse maravilhoso certamente seria trágico se ficássemos em tempos de abundância sempre. Deus fez tudo de forma perfeita, inclusive as épocas que viveremos. E o mais desafiador é que temos que conviver com pessoas que estão vivendo tempos diferentes do nosso. E Deus também criou isso, e isso também é bom!

Em cantares encontramos este versículo em destaque, descrevendo uma noiva que está saindo da estação seca. Mas, o mais belo é ela estar apoiada em seu amado. Essa é a melhor maneira de sair de um deserto. Depois de tantas coisas que ela viveu com ele, ela ainda permanece apoiada, segura, firme nele e não nela mesma.

“Ele cuidou de vocês em sua jornada por este grande deserto. Nestes quarenta anos o Senhor, o seu Deus, tem estado com vocês, e não lhes tem faltado coisa alguma” – Deuteronômio 2:7

Ainda que o deserto pareça longo e nos sintamos tentados a nos culpar por isso ou culpar alguém por isso, precisamos nos lembrar que essas estações são necessárias. Elas não são uma punição de Deus para nós, mas o cuidado de um bom pai que nos deseja por completo. Sim, temos um Deus que é um líder perfeito. E é apoiado nele que devemos estar. É no deserto que deixaremos que o mais puro incenso suba de nosso coração e lábios até o trono de Deus. Nossa fidelidade e nosso coração, serão provados, mas recompensados pelo Senhor.

Se você está em uma temporada assim, se apoie no seu amado. Permita que seja extraído de você um amor genuíno, firme nele e não nas circunstâncias. Não compare as épocas e não tenha pressa em sair desta estação. Ainda que a pressão tente te fazer desistir, permita deixar seu coração crescer em Deus e seu relacionamento com ele ser fortalecido pelo que é imutável. O tempo no deserto não é tão importante quanto o propósito dele.

“Também no deserto vocês viram como o Senhor, o seu Deus, os carregou, como um pai carrega seu filho, por todo caminho que percorreram até chegarem a este lugar.” – Deuteronômio 1:31

Escrito por Daniela Teles

Dani, originalmente de São Paulo, é missionária intercessora em tempo integral na Florianópolis House of Prayer. Uma mulher que busca o coração de Deus e que tem o desejo de ver uma geração inteiramente comprometida com Jesus, andando no poder do Espírito e em paixão pela Bíblia.

Comentários

comentários

Pin It

» Não categorizado » Deserto: Como ele se parece...
Em 12 de maio de 2016

Deixe uma resposta

« »