FHOP

Libertos para a liberdade

Identidade

 

Todos nós temos uma história, elas são como bagagens que carregamos para todos os lugares. Muitas vezes essa “mala” é extremamente pesada, pois nos fala de nossas dores, traumas, vícios e pesares. Quando carregamos algo por muito tempo isso se torna parte de quem somos ou de quem achamos ser.

Jesus nos faz um convite irresistível, Ele nos diz: “Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso”, “…aprendei de mim, porque sou amável e humilde de coração, e assim achareis descanso para as vossas almas”. – Mateus 11.28-29

Quando aceitamos essa proposta amorosa, deixamos aos seus pés aquilo que não podemos controlar, nos entregamos ao Seu amor e ao Seu descanso, devolvemos à Ele nossa história, dores e tudo que um dia sofremos. Aprendemos a perdoar aqueles que deveriam ter nos amado, mas talvez tenham causado feridas em nós.

Quando olhamos através dos olhos amorosos de Jesus, esse amor nos inunda de forma tão profunda que nossos medos se vão: “… o perfeito amor lança fora o medo…” (João 4.18)

Nosso passado é curado e os sonhos se tornam como estrelas, olhamos o futuro com boas expectativas porque sabemos que estamos gravados na palma de Suas mãos como descrito em Isaías 49.16: “Eu te gravei nas palmas de minhas mãos”.

Que tipo de bagagem você tem carreado por aí? Qual a história que você deseja contar? O que você faria se não tivesse medo? Saiba que foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Que isso encha nossa boca de sorriso e o nosso coração de esperança.

Escrito por Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso e apaixonada por missões,
Nayla tem um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social e seu desejo é que o nome de Jesus seja conhecido entre todos os povos e tribos da Terra. É missionária em tempo integral desde 2011, onde serviu por 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão).
E atualmente faz parte da Florianópolis House of Prayer como Missionária Intercessora.

Comentários

comentários

Pin It

» Identidade » Libertos para a liberdade
Em 7 de março de 2016
, , ,

Commentários desabilitados.

« »