Série de Davi: Identidade firmada no lugar certo

Neste terceiro texto da série sobre a vida de Davi, vamos conversar um pouco sobre a sua identidade. As características de uma identidade firmada no Senhor e como podemos aplicar esses princípios em nossa vida. 

Boa leitura! 

Davi tinha um diferencial em relação à sua família e ao seu povo: sua identidade estava firmada em um lugar seguro e por isso ele não temia as adversidades. A Bíblia ressalta esse jovem menino que precisou confiar em Deus. Constantemente seu compromisso era provado e à medida em que desenvolvia sua fé, ele era confrontado e, consequentemente, aperfeiçoado.

Um grande problema que enfrentamos hoje é, mesmo sendo cristãos somos alvos de uma cultura que prioriza a própria individualidade, autonomia e bem estar. Sem se preocupar com o lugar que a Palavra de Deus deveria ocupar no nosso coração.

Como então, Davi lidava com determinação e coragem para enfrentar as adversidades  respondendo à vontade de Deus? 

Primeiro, o que é identidade?

Uma pesquisa rápida na internet nos mostra que identidade é aquilo que distingue uma pessoa, são as características que individualizam sua personalidade, ambiente, formação psicológica, comunidade em que vive, gostos, valores e dentre muitos outros fatores.

Indo um pouco mais além, existe também uma individualidade caracterizada pela maneira como enxergamos o mundo, nossos desejos mais profundos e como eles interferem na maneira que enxergamos a nós mesmos. E por sermos seres intrinsecamente relacionais, como somos vistos por outras pessoas.

Esses últimos fatores definem os nossos impulsos e como tomamos decisões na vida. Trata-se do centro religioso da nossa existência, por isso, podemos notar de onde partem os desejos do coração de Davi. 

De onde parte a coragem de Davi?

É fácil admirarmos pessoas que sabem o que querem, que têm propósito claro e lutam por aquilo que acreditam. Além disso, por serem destemidas e ousadas para enfrentarem o que vier pela frente. Davi também era destemido e ousado, porém a sua confiança partia de um lugar realista a respeito de sua própria natureza e da dádiva da graça de Deus.

Para exemplificar, vamos pensar a respeito do episódio em que ele lutou com o gigante Golias, inimigo de Israel. Davi era novo e não pertencia ao exército do Rei, havia chegado ao local da batalha apenas com o intuito de levar comida para seus irmãos. Quando percebeu que nenhum dos israelitas se propunha a lutar contra o gigante fariseu, ele mesmo se ofereceu para guerrear em nome do Senhor dos Exércitos.

A sua confiança estava na verdade sobre quem ele era em Deus e não no que ele poderia fazer. 

Davi conheceu suas fraquezas

A identidade de Davi foi moldada muito tempo antes da batalha contra o gigante Golias. Não a partir de uma autoconhecimento narcísico de sua competência e talento, mas de uma vida de intimidade com Deus. O conhecimento de Deus, sua intimidade com as leis do Senhor e com o reconhecimento da graça diária, foi assim que Davi pode ser capaz de conhecer a si mesmo.

As fraquezas de Davi não oprimiam sua identidade, mas era parte da fonte de sua dependência de Deus. Suas limitações o impulsionaram a reconhecer sua necessidade do Altíssimo e a buscar refúgio em sua presença. 

A realização de Davi

Davi venceu a batalha contra Golias, mas sua realização partiu de uma identidade equilibrada. E que reconhece suas limitações, vibra pela graça e misericórdia de Deus.

A realização de Davi estava em regozijar-se no Senhor, porque confiava que o propósito divino era maior que sua vida. Ele confiava que Deus era capaz de usar suas mãos, inteligência e estratégia para a glória dEle. 

Aprender com Davi é importante para brilharmos a luz que o mundo ainda não conheceu. Uma luz que não irradia de nossa própria glória, autodeterminação, individualidade, mas de uma identidade firmada em Deus. Ou seja, de nossos sentimentos e intelectualidade não mais irrealistas e superestimados, mas equilibrados sobre a visão que temos de nós mesmos, dos outros e do nosso propósito nesta terra.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Este post tem um comentário

  1. Daniella N.B.da Silva

    Muito obrigado muito obrigado Miriã Oliveira por compartilhar conosco a sabedoria que Deus concedeu a você, que Deus continue derramando sobre seus filhos aqui na Terra a sabedoria Divina do nosso Pai para nós auxiliarmos uns aos outros em amor.
    Em nome de Jesus Cristo 🙌.

Deixe um comentário