FHOP

Olhando a Multidão Pelos Olhos do Amor

Identidade

 

Quando andamos pelas ruas da cidade e olhamos a nossa volta podemos observar tantas pessoas. Tantos rostos e tonalidades, jeitos e personalidades, alturas e tamanhos tão diversos e multiformes. Não se enganem, há mais que uma multidão. Há pessoas de verdade e cada uma carrega uma história pessoal e singular.

“Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los…” Mateus 5.1-2

Jesus muitas vezes se deparou com a multidão, algumas vezes Ele escolhia se afastar para estar com Deus, mas outras, Ele apenas escolhia ficar. Que tipo de visão você imagina que Ele tinha? Como você acha que seu coração sentia? Como você acredita que Cristo continua a sentir?

O coração do Salvador continua cheio de amor, porque afinal Ele resolveu se despir de sua glória para alcançar o homem pecador. Ele amou o mundo e por isso se entregou. Deus amou o mundo e por isso decidiu nos chamar de filhos, mas a verdade é que quando obtemos a graciosa salvação muitas vezes nos esquecemos daqueles que ainda não O conhecem ou não tiveram um encontro pessoal com sua graça.

O Senhor nos garante que quem crer n’Ele, como dizem as Escrituras, do seu interior fluirão rios de águas vivas, “Quem crer em mim, como diz a Escrituras, do seu interior fluirão rios de águas vivas”. João 7.38. O Pai nos chama a um exemplo tão profundo de amor, o exemplo que Ele mesmo deu dando ao mundo o seu melhor, seu Filho Amado, o Unigênito do Pai.  Se Ele nos deu o seu melhor o que nos impede de fazer o mesmo?

Jesus ensinava a multidão. Ele não ensinava como os escribas e fariseus. Ele ensinava como quem tem autoridade. Ele habita em nós pelo seu Espírito e nos chama a mergulharmos em suas águas profundas. E, assim como Ele ama aqueles que não tem pastor, nós também os amaremos. Assim como ele tem matado a nossa sede Ele nos encherá para que nós também possamos repartir seu amor.

“Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não tem pastor. E, então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para sua seara”. – Mateus 9.36-38

Que nossa oração ao Senhor da seara seja para que Ele levante mais trabalhadores, para que Ele nos encha e nos faça fluir no Espírito, para que Ele nos desafie a amar com seu amor e que sejamos resposta a essa oração.

++ A resposta que o mundo precisa. Leia Mais!

Escrito por Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso e apaixonada por missões,
Nayla tem um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social e seu desejo é que o nome de Jesus seja conhecido entre todos os povos e tribos da Terra. É missionária em tempo integral desde 2011, onde serviu por 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão).
E atualmente faz parte da Florianópolis House of Prayer como Missionária Intercessora.

Comentários

comentários

Pin It

» Identidade » Olhando a Multidão Pelos Olhos...
Em 22 de julho de 2016

Commentários desabilitados.

« »