“Bendirei o Senhor o tempo todo; os meus lábios sempre o louvarão. Minha alma se gloriará no Senhor;  ouçam os oprimidos e se alegrem.

Proclamem a grandeza do Senhor comigo; juntos exaltemos o seu nome “ (…)

Os que olham para ele estão radiantes de alegria;

seu rosto jamais mostrará decepção”  (Sl 34: 1-3; 5)

Você já percebeu o quão profunda é essa declaração de Salmos 34? Além disso, o que de fato significam estas palavras de louvor proferidas pelo salmista?  

Ao analisarmos o contexto histórico em que foi escrito o Salmo 34, descobrimos que se refere ao episódio de quando Davi se fingiu de louco para escapar de Abimeleque, rei de Gate. Davi temia por sua vida, e nesse texto vemos que ele louva ao Senhor por sua bondade, pelo livramento que obteve e ainda chama toda a congregação para unir-se a ele em louvor. 

Confiando na bondade de Deus

Davi conhecia quem era Deus e ele sabia a quem estava orando. O texto bíblico nos mostra Davi cheio de confiança no Senhor, e suas declarações nos instigam a também depositar nossa esperança no caráter imutável de Cristo. Observamos que, em todo o tempo, o salmista diz que irá engrandecer o nome do Senhor. Você compreende o quanto é poderosa essa afirmação? 

O salmista obteve uma resposta favorável do Senhor ao que pedia. Ele respondeu sua oração e o livrou das ameaças de morte que o rondavam. Entretanto, mesmo numa possível situação de vulnerabilidade, Davi declara que os louvores não cessarão de seus lábios; apesar das circunstâncias, crises e ameaças. Ao estudarmos a vida de Davi vemos que seu coração sempre se voltava ao Senhor. 

O texto me levou a pensar: Quantas vezes somos desafiados pelo Senhor a render graças a Ele em meio às tempestades que estamos vivendo? Uma das lições que podemos aprender em momentos de crises é perceber o quanto nosso coração está alicerçado no Senhor e na confiança de quem Ele é. Assim, as circunstâncias até podem mudar, mas o Senhor não. E, justamente, as provações podem revelar como o nosso coração está, e elas ajudam a forjar nosso caráter.

Em meio às crises como em momentos bons, quando temos a atitude de abrir nossa boca para expressar palavras que exaltam a bondade de Deus, há poder liberado pelo Espírito Santo, capaz de tocar e mudar as motivações do nosso coração. Quando declaramos Sua fidelidade, Sua grandeza, Seu amor e seus incontáveis atributos, nossa alma e coração começam a ser novamente alinhados com os desejos e intenções do Senhor.  Consequentemente, começamos a receber da verdadeira paz, mesmo que ainda estejamos passando pelos vales. Recebemos da graça Dele para enfrentar as circunstâncias difíceis. 

Cheios do conhecimento de Deus

No verso 2 do mesmo capítulo diz que: “Minha alma se gloriará no Senhor;  ouçam os oprimidos e se alegrem.” Em outras versões da bíblia a palavra “oprimido” é substituído por “humildes” e mansos”, isso significa que o coração tenro que glorifica o   Senhor encontra Nele a verdadeira alegria e paz. 

E mais adiante no capítulo 34:5 o salmista ainda diz: “Os que olham para ele ficarão radiantes; no rosto deles não haverá sombra de decepção”. Particularmente, eu amo essa verdade que Davi disse sobre o Senhor. 

Essa atitude de louvar e proclamar com nossos lábios a bondade de Deus, muda quem somos e fascina a nossa atenção para a beleza Dele. Passamos a contemplar sua formosura, e as as circunstâncias e emoções não ditam mais quem somos, como devemos reagir e o que iremos fazer. Nossa atenção é capturada pela beleza de quem Ele é. Nós tiramos os nossos olhos de nós mesmos e passamos a fixá-los no Senhor. E à medida que fazemos isso, rompemos com o nosso egocentrismo e passamos a entender que é tudo Sobre Ele, por Ele e para Ele. Dessa forma, ao olharmos para Cristo, o caráter Dele começa a ser forjado em nós.

Uma oração

O salmista diz que o resultado de olharmos para o Senhor é que seremos radiantes. Portanto, conforme O contemplamos, seremos cheios do conhecimento de quem Cristo é, e de Sua obra na Cruz. Essa luz que iremos resplandecer será o entendimento de quem Ele é. E  aqueles que estão à nossa volta começarão a conhecer o Senhor através de nós. 

Hoje, convido você a fazer do Salmos 34 sua oração. A pedir ao Senhor que encha seus lábios de palavras de gratidão, que exaltem o nome e a majestade Dele.  Perceba, que à medida que seu coração começar a declarar a bondade do Senhor, seu interior irá mudar. Você começará a conhecer o coração Dele e ver as situações ao seu redor pela perspectiva da Palavra. Ao contemplá-Lo será inevitável não irradiar sua Sua luz, e outros serem alcançados por ela.

Nadja Nobre

Nadja é jornalista e missionária intercessora em tempo integral na Florianópolis House of Prayer. Ama escrever sobre arte, cultura e aquilo que o Senhor tem feito através do movimento de oração global.

Este post tem um comentário

  1. Que lindo! Já amava Salmos 34 e agora encontrei mais revelações que estão presentes nele!

Deixe uma resposta

×

Carrinho