“Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos.” (…) Salmo 139:1

“Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também;” Salmo 139: 7-8

“Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me (…) formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem.” Salmo 139:1-2,7-8, 14

Você já parou para refletir nas declarações de Davi contidas no Salmo 139?

Um cântico que expressa quem o Senhor é

Este salmo demonstra que Davi sabia para quem estava prestando culto. E, por diversas vezes, ao lermos esse texto não percebemos a profundidade desses versos e o quanto eles revelam os preciosos atributos de Deus. Mas antes de prosseguirmos, gostaria de perguntar: você sabe o que significam esses atributos?

O Deus triúno possui diversas qualidades e características através das quais Ele escolhe revelar-se a nós. Conforme o teólogo Bavinck, “seus atributos coincidem com o seu ser”. Portanto, os atributos expressam quem Deus é. E Ele não muda. Seus atributos não se alteram e não se perdem com o tempo. 

Ao estudarmos o Salmo 139, podemos conhecer alguns dos atributos de Deus, tais como: onisciência, onipresença e onipotência. E sobre essas três características é que iremos observar aqui. Então, te convido a fazer um breve mergulho comigo para descobrirmos juntos o que o Salmo 139 diz sobre quem Deus é.

Não pretendo esgotar o assunto, mas trazer reflexões iniciais para que, em seu momento de devocional, você se aprofunde nesse texto e transforme esse salmo num diálogo com o Senhor. E a medida que a Palavra encher seu coração e você compreender mais quem o Senhor é, isso gere confiança, cura e liberdade em seu interior. 

Ele conhece tudo

“Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos.” (Salmo 139:1-2) 

A primeira palavra expressa por Davi: “Senhor”,traduzida do hebraico “Yahweh”, significa “aquele que existe”, o único Deus verdadeiro”. Em outras palavras podemos escrever que o salmista expressa nesse primeiro verso que Deus é único e verdadeiro, portanto, aquele que é soberano nos sonda e nos conhece. 

O grande Deus é também “Senhor de perto”. Aquele que esquadrinha nossos corações e que nada está oculto diante Dele. Ele sabe todos os nossos pensamentos, desde os pequenos até os grandes. Como disse o salmista nos versos seguintes: “Antes mesmo de eu falar, Senhor, já sabes tudo o que vou dizer”.

A onisciência do Senhor

Em outro trecho das Escrituras, Isaías 66:18, também confirma que o Senhor vê todas as coisas que fazemos e o que pensamos. Isso significa que nossa natureza é completamente conhecida por Ele. A onisciência do Senhor, seu saber absoluto, nos gera temor. Além disso, nos remete ao fato de que podemos descansar Nele. Podemos confiar que nada está fora do controle, porque Ele está vendo todas as coisas e as intenções dos corações dos homens.

No verso 139:6 ainda diz que “Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim; é sobremodo elevado, não o posso atingir.” Ou seja, diante de poderosas verdades é como se faltassem palavras para o salmista expressar o quão incrível é saber isso. De fato, a mente humana não consegue compreender completamente e precisamos que o Espírito Santo nos revele a profundidade dessa verdade, que os olhos do Senhor estão sobre o nosso coração

Ele é onipresente

“Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também;” Salmos 139:7-8 

Ao lermos essas frases, o salmista declara que não há nenhuma maneira de escapar do olhar do Senhor. Estamos a todo momento diante de Deus e, a partir disso, cabe a nós vivermos um estilo de vida consciente de Sua onipresença. 

Muitas vezes a reação que temos ao pecarmos é a de nos afastarmos do Senhor diante de Sua tamanha grandeza e santidade. Realmente, em nós mesmos não há nada de bom. Por isso, devemos nos voltar ao Senhor. Somente através do sangue de Cristo, através da Sua graça e ao arrependermos é que obtemos perdão do Senhor. É pela graça que somos salvos.  Podemos nos lançar ao amor do Senhor mesmo que estivermos passando por densas escuridões. 

“pois todos pecaram e carecem da glória de Deus , sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus.” Romanos 8:24

Conscientes da Sua onipresença

Viver consciente da onipresença do Senhor enche nosso coração de esperança, coragem e fé, porque podemos ter a plena convicção de que Ele não nos desamparará e que não há escuridão tão grande que a luz Dele não brilhe. Ele é Deus Emanuel. 

“Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem.” Salmos 139:14

O salmista começa este verso louvando e agradecendo ao Senhor por ter sido obra das mãos do criador. A trindade em perfeita comunhão, como um habilidoso artista, planeja e arquiteta toda a criação. Davi louva ao Senhor, porque ele reconhece que tudo o que Deus faz é bom. A sua criação é bela.

Toda a criação é a manifestação do poder de Deus, é isso que Davi também expressa com essas declarações. E por ser obra das mãos do Senhor, toda a criação está submetida a sua autoridade (Romanos 11:36). 

Em outra passagem bíblica podemos observar mais uma vez um homem se deparando com o poder e autoridade do Senhor. Nesse trecho a seguir o Senhor responde a Jó: 

“Onde você estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Diga-me, já que sabe tanto. Quem definiu suas dimensões e estendeu a linha de medir?” (Jo 38:4-5)

Onipotência: como viveremos? 

Diante então da onipotência do Senhor, o salmista não vê outra opção a não ser render louvores ao Senhor. Viver com base na consciência desse atributo de Deus gera, dentre várias coisas, gratidão e humildade, pois Ele nos formou no ventre de nossa mãe e em suas mãos reside o pleno domínio. 

Assim, primeiramente, podemos aprender com as declarações de Davi em salmos 139, que de fato ele sabia quem era Deus, e isso o levava adorá-lo. Além disso, Deus é aquele que detém o saber absoluto e está atento a todos os detalhes do coração humano. Ele é Deus Emanuel, por sua graça podemos desfrutar do seu amor. Por fim, de forma bela e demonstrando seu poder nos criou.

 

Deixe uma resposta

×

Carrinho