Aprendendo com os processos da vida

Processos da vida:  o que são e o que podemos aprender com eles? 

A vida em si é um grande processo. Nosso maior problema sempre foi tentar descobrir o fim das coisas ao invés de desfrutar do presente, seja ele bom ou mau. 

Contudo, se você é como eu e sempre está se preocupando com algo, provavelmente não irá desfrutar dos processos. 

Sabe quando queremos muito algo e então alcançamos, mas ao começar a viver neste novo tempo tão desejado, nos esquecemos do quanto lutamos para estar nesta estação. Entretanto, nos preocupamos e muitas vezes não damos a devida importância a jornada que vivemos para chegar a este lugar. 

O pior de tudo é quando nos esquecemos do quão grande é nosso Pai de amor. 

Precisamos aprender que o Deus que nos ama sabe o fim das coisas e cuida de cada parte da nossa jornada. 

Os processos da vida nada mais são do que situações que iremos enfrentar e iremos precisar ser perseverantes em todo o tempo. 

Meu conselho para você hoje é abraçar cada um dos seus processos por mais dolorosos que sejam. 

Processos da vida são algo que precisam de um forte desejo de adaptação

Muitas vezes são uma mudança de emprego, o começo ou o fim de um casamento, um filho que nasceu, o luto, a falta de dinheiro, a perda de um amigo, um colega que foi provido a uma vaga que você estava esperando. 

E em geral vão mexer com nossos sentimentos. Iremos chorar muitas vezes e fazer perguntas que muitas vezes não terão respostas. 

Contudo, processos nem sempre são sobre coisas ruins, às vezes serão somente mudanças que iremos viver. 

Portanto, processos são algo que precisam de um forte desejo de adaptação. 

Primordialmente, durante os processos da vida precisamos ter claro o que são e não o porquê. 

Deus quer me ensinar o que com isso? 

O que posso ensinar aos meus irmãos depois de chegar ao fim desta situação? 

O que foi mudado dentro de mim durante essa situação. 

A seguir dois exemplos de pessoas que passaram por processos e obedeceram ao Senhor.

Abraão – o pai da fé

Abraão é um exemplo claro de alguém que abraçou seus processos. Veja:

O Senhor tinha dito a Abrão: “Deixe sua terra natal, seus parentes e a família de seu pai e vá à terra que eu lhe mostrarei.
Farei de você uma grande nação, o abençoarei e o tornarei famoso, e você será uma bênção para outros.
Abençoarei os que o abençoarem e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem. Por meio de você, todas as famílias da terra serão abençoadas”.
Então Abrão partiu, como o Senhor havia instruído, e Ló foi com ele. Abrão tinha 75 anos quando saiu de Harã.  Gênesis 12: 1-4

Diferente de muitos de nós, o pai da fé não perguntou o porquê, mas ele simplesmente obedeceu. 

Aliás, este grande homem sabia quem era o seu Deus. Hoje nos falta sermos um pouco como ele. 

Temos muito medo do lugar para onde Deus está nos levando. Precisamos aprender a ser como Abraão e confiar na liderança do nosso Deus. Em Gênesis 17 vemos Deus novamente levando este homem a mais um processo, agora de mudança de nome, e mais uma vez ele obedece e colhe frutos da sua obediência. 

Davi – o pastor de ovelhas que se tornou rei

Davi é outro exemplo de um homem que entendeu que Deus tem uma liderança perfeita e se confiarmos Nele, viveremos seus planos plenamente. 

Entre o tempo que Davi teve que continuar pastoreando as ovelhas mesmo depois de ser ungido pelo profeta, foi um processo que serviu de muito aprendizado. Ele expressou muitos deles através dos Salmos que escreveu. 

Clamo a ti, Senhor, e digo: “Tu és o meu refúgio; és tudo o que tenho que na terra dos viventes.

Dá atenção ao meu clamor, pois estou muito abatido; livra-me dos que me perseguem, pois são mais fortes do que eu.

Liberta-me da prisão, e renderei graças ao teu nome. Então os justos se reunirão à minha volta por causa da tua bondade para comigo”. Salmos 142:5-7 

Processos da vida ajustam nosso entendimento 

Certamente, somos rápidos em avaliar as vitórias de alguém sem entender o tempo e maneira que essa pessoa passou para chegar a este lugar. 

Inegavelmente, processos da vida são uma das formas preferidas de Deus para alinhar nosso coração aos propósitos eternos. 

Então, hoje não tente obter as respostas do porquê ou para que, prossiga em obedecer para que você seja aprovado por Deus neste processo que está passando. 

Ademais, Deus sabe dos tempos e conhece o limite de cada um dos seus filhos. Ele é bom e está caminhando com você nesta jornada na qual existem dias bons e ruins mas tenha a certeza de que Deus é fiel em cada um destes dias. Acredite e confie.

Deus te abençoe 

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário