O amor cobre multidão de pecados, é uma força condutora que nos dá vida e esperança. Outrora fomos pessoas quebradas e totalmente destituídas da glória de Deus, mas hoje, somos chamados a outorgar graça e misericórdia da mesma forma como as recebemos de Jesus. Ele nos ensina a perdoar aqueles que têm nos perseguido. Nos ensina a nos doar sem pedir nada em troca. Nos ensina a caminhar mais uma milha até mesmo com os nossos “inimigos”.

“Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados.” 1 Pedro 4.8

O amor que o Senhor nos propõem é para ser vivido de forma intensa. Essa palavra: Amor, pode estar desgastada para muitos de nós, mas a questão é que Deus quer nos ensinar o verdadeiro amor, aquele que lança fora todos os nossos medos, aquele que nos dá uma visão profunda a respeito de quem somos em Deus e como podemos amar o nosso próximo assim como Ele ama.

Pedro continua nos dando formas práticas de demonstrar o amor fraterno aos nossos irmãos. Ele ressalta: “Sede hospitaleiros uns para com os outros, sem vos queixar.” (1 Pedro 4.9 – KJ). Receber alguém na intimidade do nosso lar é uma tarefa desafiadora para alguns de nós, não é mesmo? Pois isso, altera a nossa rotina e nos deixa sem a nossa tal “privacidade” e, às vezes, é bem cansativo ter que fazer “sala”, mas essa também é uma forma prática de amar. O amor vem embutido de praticidade, não são apenas meras palavras ditas em momentos de muita emoção. O amor é ação e não apenas palavras.

Servi uns aos outros de acordo com o dom que cada um recebeu, como bons administradores da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4.10 – KJ

Você já parou para pensar em todas as habilidades e dons dado ao homem? Todo o nosso “jeito de ser”, nossas diferenças e expressões? Agora, paremos um pouquinho para pensar em como temos “administrado” tais dons. Avaliemos o nosso jeito de viver e nos lembremos da multiforme graça de Deus. Deus em sua sabedoria e bondade deu dons aos homens, diversos e cheio de riquezas e nós somos administradores desses dons.

“Concluindo, tende todos vós o mesmo modo de pensar, demonstrai compaixão e amor fraternal, sede misericordioso e humildes, não retribuindo mal com mal, tão pouco ofensa com ofensa; ao contrário, abençoai; porquanto foi justamente para esse propósito que fostes convocados, a fim de também receberdes bênção como herança.” 1 Pedro 3.8-9

Mas lembre-se, o amor genuíno vem de Deus. Você e eu não podemos amar com o amor d’Ele sem Ele. Apenas seu Espírito Santo em nós aplica esse amor em nosso coração. Então, que hoje, nossa oração seja para que Ele derrame amor dentro de nós e que esse amor flua e transborde para aqueles que precisam ser amados. Lembre-se de nosso chamado, fomos salvos para um propósito, fomos chamados para abençoar.  O amor de Deus cobre multidão de pecados. Sim, o amor de Deus fez isso, o amor de Deus fará isso.

“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.” 1 Coríntios 13.13

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Atualmente dedica uma parte do seu tempo para ensinar artes para crianças em uma ONG em Florianópolis e outra parte do tempo para trabalhar com justiça social, com foco em tráfico humano. Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar