Um dos maiores recursos que possuímos como humanos é o poder da imaginação. Deus nos criou com essa habilidade quase ilimitada de, através de imagens mentais, pensarmos, desejarmos, criarmos. E a partir daquilo que é imaterial criamos coisas concretas. A partir do abstrato, criamos realidades diversas. E a imagem mental passa a existir fisicamente. E, assim, nos tornamos artistas, cientistas, visionários, e criadores.  

A imaginação tem sido usada tanto para o bem de muitos como para a destruição de tantos outros. Mas, se Deus nos criou com essa habilidade, com certeza Ele tem os seus motivos e há muita sabedoria nisso. É preciso restaurar o nosso potencial imaginativo e de criação, porque Deus é um Deus criativo. Basta olharmos para a natureza e quanta diversidade há em tudo o que Ele criou. Nem uma folha é igual a outra. As texturas e espessuras das árvores são tão diversificadas, isso sem falar nas cores e tamanhos de tudo o que Ele fez.

Por exemplo, quando paramos para “meditar” na palavra de Deus e estivermos lendo a respeito de Jesus, nós precisamos utilizar esse recurso da nossa mente: a imaginação. Precisamos pesquisar a respeito do contexto histórico e graças a Deus pelo acesso a tantas informações, principalmente por meio da internet. Mas também podemos usar a nossa imaginação para nos transportarmos até aquela realidade descrita. Podemos imaginar como teria sido estar ali com Jesus, vivendo aquela experiência, ouvindo de perto cada uma de suas palavras. Nos colocando no lugar daqueles personagens, experimentando as suas emoções (tristeza, alegria, paz, cura de suas dores).

Jesus mesmo sempre contou parábolas, pois através dessas histórias figurativas, eram apresentadas verdades aos quais qualquer pessoa poderia, de alguma forma, se assimilar. Isso criava conexão entre o que Jesus queria comunicar e a quem ele queria comunicar. Eu amo esse caráter de Jesus, de ensino, de mestre, de gerar conhecimento profundo por meio de exemplo e não apenas de palavras. Ele ama se revelar e eu quero conhecê-Lo mais. E você? Também deseja conhecer seus segredos?

“Aqueles que temem, reverenciam e adoram o Senhor, têm o segredo da sua doce e suficiente companhia, e ele lhes mostrará a sua aliança e lhes revelará seu profundo e secreto significado.” Sl 25.14 (Versão Ampliada em Inglês)

Quando Deus chamou a Abraão, e lhe disse que ele seria pai de uma grande nação, Deus lhe disse que contasse as estrelas. Deus lhe mostrou uma imagem que representasse o que Ele iria fazer na vida e descendência de Abraão. Deus “arranjou” uma forma de lhe mostrar o futuro e de lhe dar uma visão. Uau! Como ficou o coração de Abraão ao olhar a imensidão do céu estrelado? Será que o seu coração se dilatou dentro do peito e disparou como muitas vezes dispara o nosso?

“Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para o céus e conta as estrelas, se é que podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Ele creu no Senhor, e isso lhe foi imputado por justiça.” Gn 15.5-6

Há algo a destacar sobre essa passagem: “Abraão CREU no Senhor e isso lhe foi imputado por justiça”. Hoje, eu escolho CRER no Senhor e em tudo o que Ele tem dito sobre mim, eu escolho crer no que a sua Palavra afirma sobre mim. Seu amor é forte como a morte, Jesus pagou um alto preço para que eu seja livre e nada e nem ninguém podem me separar do seu amor. E você, no quê você escolhe crer? 

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar