7 dicas para quem deseja crescer em devoção a Jesus

Uma vida de devoção a Jesus resulta em uma aproximação sincera e convicção de fé. Todos os dias podemos nos achegar a Ele com confiança, ouvir a Sua voz e conhecer os seus caminhos. Cultivar este relacionamento é um grande privilégio e algumas dicas podem nos ajudar a obtermos maior êxito em nossas meditações diárias.

Quando intencionalmente incluímos a busca a Deus em nossos hábitos, seja orando, meditando nas Escrituras e adorando de todo o nosso coração, estaremos crescendo no pleno conhecimento de Deus.

O primeiro aspecto a ressaltar é que não existe apenas uma única fórmula de buscar ao Senhor, mas todas incluem a Bíblia e o derramar de nossos corações em oração e adoração. A medida que experimentamos essas práticas, descobriremos como funciona melhor para cada um de nós.

Abra seu coração e esteja em oração enquanto ler essas dicas:

1 – Seja sensível ao Espírito, Ele é o nosso ajudador

Comecei com este tópico porque sei que nos sentimos culpados por não perseverarmos em nossos devocionais diários. Se há frustração nesse aspecto, quero te convidar a entregar as tuas limitações ao Senhor.

Jesus se retirava da multidão e se rendia a solitude. Isto não estava ligado a solidão, mas a entrega. Para Ele havia prazer em estar com Deus, mesmo que em um deserto. Jesus sempre se guiava pelo Espírito e fazia tudo em sua total dependência. Reclusão voluntária é uma escolha consciente, mas não deve ser feita de forma mecânica ou meramente religiosa e sim pelo Espírito, que nos ensina as revelações de Deus.

“Mas o Advogado, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu Nome, esse vos ensinará todas as verdades e vos fará lembrar tudo o que Eu vos disse.” João 14.26

Precisamos ser perseverantes quando não “sentimos” vontade de buscá-Lo, mas entendendo que é a graça de Deus e a dependência do Espírito que nos faz encontrar este lugar de prazer na presença do Senhor.

“Tu me fizeste conhecer o caminho da vida, a plena felicidade da tua presença e o eterno prazer de estar na tua destra.” Salmo 16.11

2- Escolha um lugar “tranquilo” para meditar

O Evangelista norte-americano D.L. Moody, utilizava o termo “Hora tranquila” para nomear o momento devocional. Esta é a nossa segunda dica: prepare um ambiente agradável. Seria muito bom se não tivesse pressa ou algo que tirasse sua atenção. Se necessário, desligue o celular e deixe um bilhete pedindo que não seja incomodado. Não sei se você prefere meditar embaixo de uma árvore ao ar livre ou dentro do seu quarto. O importante é que seja um tempo reservado para você e Deus, onde encontre calmaria e descanso.

“Em verdes prados me faz descansar, e para águas tranquilas me guia em paz.” Salmo 23.2

O missionário Jim Stier, fundador da Jocum no Brasil, costuma contar que em certo período de sua vida, já meditou até dentro de um tipo de guarda roupa, pois era o único lugar tranquilo em que ele poderia estar sozinho dentro de uma base missionária lotada. 

3- Não deixe tudo ao acaso, planeje o seu tempo com Deus

É verdade que nosso tempo com Deus não precisa ser rígido. Ao orarmos, não é necessário mudar o tom de voz ou a expressão em nosso rosto. Mas, planejar nosso tempo com Deus pode trazer muitos ganhos, pois não nos sentimos perdidos sem saber o que fazer. Alguns elementos que podem nos ajudar nesse planejamento são:

Músicas – podem deixar nosso coração mais terno. Devemos estar conscientes da presença de Deus. Pois, Ele nos escolheu para sermos sua casa. Cante a Ele as verdades sopradas em seu Espírito.  

“Cantai ao Senhor um cântico novo, pois Ele tem realizado maravilhas; sua mão direita e seu santo braço forte lhe deram a vitória!” Salmo 98.1

Bíblia – Estude temas e tópicos específicos. Alguns exemplos são: Os nomes de Deus; A Natureza de Deus (Seu caráter); Salvação; Evangelhos, Escolha um livro da Bíblia ou um Herói Bíblico etc. Além disso, lembre-se que meditação bíblica não é esvaziar a mente, ao contrário, é enchê-la com as revelações das Escrituras.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8.32

Outros suportes: Você também pode utilizar os dicionários bíblicos, as notas de rodapés, comentários bíblicos e as referências cruzadas e, claro há muitos estudos incríveis na internet, leia mais em nosso blog!

4- Não esqueça de anotar, tenha seu caderno a mão

Sem dúvida, esta é uma das minhas dicas preferidas. Afinal, minha escrita nasceu dessa realidade de registrar minhas meditações. O melhor de escrever é poder voltar aos cadernos e a tudo aquilo que Deus tem ministrado ao coração. E é claro que estamos na era da tecnologia, nada de mal se preferir utilizar uma ferramenta remota.

Escreva, registre, anote tudo. Principalmente os versículos e aquilo que Deus tem falado ao seu coração. Sempre que precisar, retorne ao que Deus te ensinou, observe tudo que Ele já mudou dentro de você e ao longo de sua jornada. Feche tudo, escrevendo suas orações.

“Então Yahweh me respondeu e ordenou: “Escreve a visão com toda a clareza possível em grandes tábuas, para que até o mensageiro que passa correndo a leia. Porquanto esta visão se cumprirá num tempo determinado no futuro; é uma visão que fala do fim, e não falhará! Ainda que demore, aguarde-a confiante; porque ela certamente virá e não se retardará. Escreve, pois…” Habacuque 2.2-4a

5- Ore e Cante a Palavra, elas são verdades irrefutáveis

Orar e cantar a Palavra é trazer à luz os princípios ordenados e descritos na Bíblia. Isso muda nossa história. Trocamos mentiras e sentimentos enganosos pela realidade do que Deus diz e de quem Ele É. Isso nos levará a um nível de liberdade e alegria indescritível.

A Palavra é luz que ilumina o nosso caminho. Não importa que tipo de fortaleza nós temos que enfrentar. A questão é que as nossas armas não são carnais ou terrenas, mas poderosas em Deus. Mesmo que tenhamos que combater oposições demoníacas e o sistema deste mundo caído, o Senhor nos deu recursos para guerrear. Ele nos deu a sua Palavra. Jesus é a própria Palavra e nosso pensamento deve estar cativo a Ele.

“Pois as armas da nossa guerra não são terrenas, mas poderosas em Deus para destruir fortalezas! Destruímos vãs filosofias e a arrogância que tentam levar as pessoas para longe do conhecimento de Deus, e dominamos todo pensamento carnais, para torná-lo obediente a Cristo.” 2 Coríntios 10.4-5

6- Faça Devocionais Criativos

E por que não sermos criativos? Faça um passeio com Deus, converse com ele na individualidade de seu ser. Conte a Ele seus segredos e pergunte o que Ele pensa sobre os acontecimentos a sua volta. Você já parou para pensar naquilo que é importante para Deus? Isso também precisa ser importante para nós e ocupar prioridade em nossas vidas.

Outra dica que quero deixar é o devocional criativo, também conhecido por Bible Journaling. É uma forma de expressar através de desenhos, ilustração e lettering aquilo que acabamos de estudar na Bíblia. Você pode ver um exemplo prático no vídeo do Garotas Peregrinas e se inspirar para desenvolver seu próprio devocional criativo. Está é uma ótima dica para artistas e criativos. 

7 – Saiba como você pode responder ao Senhor

Queridos, de nada adiantará estudarmos a Bíblia se ela não transformar o nosso caráter. Se queremos crescer em devoção a Jesus, não podemos enganar a nós mesmos. Há frutos de uma vida de devoção a Jesus, e Bíblia afirma que seremos conhecidos pelos nossos frutos. A verdade nos liberta. Isso é real para você?

“Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8.31-32.”

Diante de nossa hora devocional, é preciso pensarmos como vamos responder a Deus? Qual é a nossa decisão diante da verdade revelada? Que possamos responder em oração e com obediência radical, lembrando que a Palavra produzirá em nós: vida ou morte.

“Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; porquanto a letra mata, mas o Espírito vivifica!” 2 Coríntios 3.6

Conclusão:

Planeje o seu tempo com Deus e responda ao Senhor com oração sincera. Você pode também construir listas de orações trazendo um pouco mais de praticidade para o seu tempo de oração. Seja criativo e descubra como seu momento tranquilo funciona melhor.

Conte-nos: quais práticas você já utiliza no seu tempo devocional e como você tem crescido em devoção a Jesus?

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Este post tem 5 comentários

  1. Nayla Cintra

    Oi Rê, Jesus é mesmo lindo. Obrigada por compartilhar sua história. Que nosso relacionamento com o Senhor continue crescendo a cada dia. Deus abençoe sua vida.

  2. Nayla Cintra

    Legal que você gostou Rita e obrigada por compartilhar. Deus abençoe!

  3. Rita

    Obrigada por compartilhar, gostei muito e estarei compartilhando c outras pessoas tbm. =)

  4. Rê ?

    Eu gosto muito de abordagens sobre o tema secreto, sobre intimidade com Deus.
    Antes eu não queria ser cristã, pensava que era sobre mudar hábitos, roupas, amizades e isso não me interessava, eu não estava em busca de ser boa. Mas quando tive meu contato com Jesus, o próprio Espírito de Deus começou a me falar que era sobre intimidade com Ele, conversar, conhecer…e aí já sabe né quando você conhece mais do quanto Ele ama a resposta também é O amar porque nós só amamos porque Ele amou primeiro, então, voluntariamente veio a vontade de mudar hábitos e costumes. Primeiro fui aceita, amada e isso me transformou. Por isso amo esses temas de intimidade e isso me chama muita atenção na FHOP.
    Eu geralmente começo meus devocionais pedindo a direção ao Espírito, gosto de colocar louvor porque como falou eles nos deixam mais ternos ao Espírito, então oro sobre mim, minha família, meus amigos, as pessoas, agradeço, desabafo, me irrito kkk,me divirto. É muito bom. Vou com certeza compartilhar esse estudo, obrigada por compartilhar comigo, foi muito bom ler ele, além de conhecer o diário criativo.

Deixe um comentário