O trigo que cai na terra e morre dá fruto

Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto. Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna. Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.” Jo. 12. 24-26

Atender o convite de Jesus e segui-Lo sempre envolve morte. Não existem meios de que a vida dEle substitua a nossa, a não ser que voluntariamente decidamos morrer.

Por isso, engana-se quem pensa que Deus tem compromisso com nosso conforto. Pelo contrário, temos garantia de que seremos desafiados a abandonar nossa zona de conforto.

Assim como o trigo que morre, para poder multiplicar a vida que carrega dentro de si, somos chamados a um lugar de morte. Semelhantemente, essa morte gerará vida em nós.

Essa é a verdadeira vida, e devemos persegui-la. Qualquer outra opção nos manterá intactos, e portanto, desprovidos da verdadeira essência, que é o próprio Deus.

O processo de morte do trigo

A vida cristã é diferente, mais difícil e mais fácil. Cristo diz: Dê-me tudo. Eu não quero um tanto do seu tempo, tanto do seu dinheiro, tanto do seu trabalho. Quero você.

Eu não vim para atormentar o seu ego natural, mas para matá-lo. Meias medidas não trazem nenhum bem. Eu não quero podar um galho aqui e outro ali, mas quero derrubar a árvore inteira.

Entregue todo o seu ego natural, todos os desejos que você julga inocentes, bem como os que você julga iníquos – todo o seu ser. Eu lhe darei um novo eu. Na verdade eu lhe darei o meu próprio eu; a minha vontade se tornará a sua vontade“.  C.S. Lewis

C S Lewis entendeu a vida cristã. Entendeu que Jesus não amenizou o convite. Ele não busca seguidores que “curtam” suas publicações. Ele busca discípulos que estejam dispostos a seguir seus passos.

Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor. Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor.Mt 10. 24,25

O caminho apontado pelo Pai levou Jesus a cruz. O caminho para que o trigo morra, também é o da cruz. Não retarde a decisão de permitir que essa morte opere. Ela é o único meio que temos de experimentar vida.

Grace

Grace Wasem, gaúcha, atuou como secretária no mercado de trabalho por 30 anos. Em 2016 vinculou-se ao FHOP como missionária tempo integral. Sonha ver e contribuir para o treinamento de uma noiva apaixonada que clama: Maranatha!

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar