Você consegue perceber gratidão em suas atitudes? Sim, eu sei que as vezes é difícil ser grato em meio à tantas dificuldades ou até mesmo sonhar em certas ocasiões da nossa vida. Eu não sei você, mas mesmo assim eu continuo tendo expectativas, sonhos, esperança e Fé. E não é porque tudo vai muito bem, um mar de rosas, na verdade muitas vezes está um caos. Mas quer saber? Mesmo em meio ao caos, dúvidas e incertezas temos muito pelo quê agradecer. 

Observando também as ausências em gratidão

Já parou para pensar que muito do nosso crescimento e amadurecimento veio por meio de perdas e ausências? Há muitas formas do nosso coração expandir e nossa “alma” ser fortalecida. E isso quando coisas boas acontecem e quando não há coisas boas. Mas às vezes só será possível essa expansão por meio das perdas e ausências dessas coisas boas ou das “dádivas”. E é isso que leva nosso amor a Deus a novos patamares. A experiência de sofrimento é dolorosa, sim. Mas é aqui que a Soberania de Deus “buga” nossa mente. 

O sofrimento testa nosso amor por Deus principalmente para ver se, com apenas as coisas boas vindas Dele, não estamos tornando essas “dádivas” em ídolos. Pense sobre isso. Queremos seguir a Deus pelos benefícios e dádivas ou pelo zelo e temor a um Deus Criador? O pecado não está nas coisas, mas no coração humano, logo, essas coisas boas devem ser recebidas como dádivas vindas de Deus e não como um deus em si. Não devemos nos apegar a essas coisas boas buscando nelas algo que jamais seremos capazes de encontrar. Onde as dádivas são adoradas e não o doador. 

Visto que todas as coisas criadas por Deus são boas, nada deve ser rejeitado se for recebido em ações de graças, pois são santificadas pela palavra de Deus e pela oração. I Timóteo 4:4-5.

Sejamos gratos em todo tempo

Por isso eu continuo tendo expectativas, sonhos, esperança e Fé. Eu só posso descansar no Deus que será sempre e sempre a minha, a nossa porção. “Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.” Romanos 12:15 

É a graça que nos capacita a se alegrar e a sofrer. Precisamos ser confiantes na graça de Deus como suficiente para todas as nossas necessidades.

Joe Rigney¹ escreveu: “A graça deve reinar, o amor deve cobrir multidões de pecados, feridas e descuidos, e Cristo deve fazer o que é impossível para nós”.

Alinhe seu coração a uma atitude de gratidão. Pois a verdadeira gratidão recebe tudo que Deus dá, acolhendo o que é bom com deleite e os momentos ruins com um profundo senso de “entristecidos, mas sempre alegres.” 2 Coríntios 6:10. A gratidão ama dar o merecimento e o valor do doador de toda boa dádiva. Mantenha-se nesse lugar de ser agradecido à Deus, que quer tudo o que Deus quer e que recebe tudo como amostra da bondade de Deus e sempre conserva o coração pronto a adorar a Deus por isso.²

Por isso mesmo sem saber o que será daqui para frente, das coisas ruins que estão acontecendo, ou de tudo que ainda receberemos de dádivas, permaneçamos confiante na Soberania de Deus. Tudo isso faz parte da preparação que Deus está operando em nós. Ele é a nossa esperança futura. Assim, com um coração grato e cheio de esperança, mantenhamos nossa fé nEle, pois Ele é nosso Alvo e motivo de nosso viver. Viver é Cristo e nós podemos desfrutar dessa vida, quer seja em meio a alegrias e dádivas, quer seja em meio às incertezas.

¹ Livro: As coisas da Terra. Joe Rigney.

²William Law.

Angela Tartas

Angela Tartas é uma escritora apaixonada pelas escrituras. Dessa paixão, surgiu a vontade de dedicar parte do seu tempo ao estudo da Palavra. Atualmente ela é aluna da nossa escola de teologia e ministério (ETM). Formada em contabilidade, Angela serve como missionária, onde atua no departamento financeiro da fhop.

Deixe uma resposta

×

Carrinho