“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” Jo. 14.6

Esse versículo tão conhecido e repetido pela maioria de nós, carrega uma profundidade quase infinita. Quando meditamos no fato de que Jesus é o caminho, então o caminho torna-se uma pessoa.

Assim também, verdade é uma pessoa. Igualmente, vida é uma pessoa. Jesus habitando em nós, na pessoa do Espírito Santo, traz consigo a verdade, a vida e Ele mesmo é o caminho.

Na teoria, sabemos que é fácil reconhecer que Jesus carrega em si mesmo todas as respostas de que precisamos. Mas, na prática, nem sempre acessamos essa fonte de riquezas, que é Ele mesmo dentro de nós.

A experiência do novo nascimento ultrapassa nossa capacidade limitada de entendimento. Fomos transportados do reino das trevas, para o reino do Filho do seu amor (Cl. 1.13). Assim como, fomos enxertados na videira (Jo. 15.5), e uma nova seiva corre dentro de nosso ser.

Essa nova natureza se manifesta de forma prática nas pequenas escolhas que fazemos. De forma quase que instintiva nossa nova natureza passa a guiar nosso olhar. A velha natureza é substituída gradativamente pela beleza do Filho.

Descobrindo o caminho rumo à maturidade

Inegavelmente, a maturidade não vem com um piscar de olhos. Ela ganha espaço, à medida que reconhecemos que é sábio confiar e entregar. O Espírito Santo é cavalheiro. Ele jamais irá nos obrigar a ouví-lo, ou quiçá, seguí-lo. Portanto, temos que voluntariamente fazer essa escolha em nosso cotidiano.

Os caminhos se bifurcam a nossa frente. Às vezes, estamos diante de encruzilhadas, onde todas as opções parecem corretas. Ficamos confusos, nos sentimos perdidos e por vezes abandonados.

Sem dúvida, é precisamente nesta hora que a verdade se manifesta. A verdade de quem Jesus é em nós, aponta o caminho, que nos conduz a vida.

Os desafios do caminho

Gostamos da rapidez da vida moderna. A informatização acrescentou velocidade em nossa comunicação. A informação é gerada com rapidez assustadora. No entanto, neste mundo barulhento, está cada vez mais rara a quietude. Muitos ruídos nos distraem, competindo entre si.

Portanto, devemos escolher aquietar o ruído interno, calando todas as outras vozes, a fim de ouvirmos o sussurro do Mestre. Para que, a vida seja liberada, o caminho seja revelado e a verdade possa nos guiar.

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.” Sl. 37.5

Não existe verdade fora dEle. Nenhum caminho nos conduzirá à vida eterna e abundante, que não seja Ele mesmo. Por isso, quanto mais longe andamos com Ele, tanto mais abandonamos ao longo do caminho.

O que deixamos para trás não tem poder de nos conduzir. Na cruz, Ele derramou a si mesmo, para que hoje, você e eu tivéssemos vida abundante. Ele nos convida a experimentar a morte que gera vida.

Minha oração é por mais dEle na minha e na sua vida. Escolhamos hoje morrer para nós mesmos, para que a verdadeira vida seja gerada em nós.

Grace

Grace Wasem, gaúcha, atuou como secretária no mercado de trabalho por 30 anos. Em 2016 vinculou-se ao FHOP como missionária tempo integral. Sonha ver e contribuir para o treinamento de uma noiva apaixonada que clama: Maranatha!

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar