O Senhor, nesta última estação, tem me ensinado muito sobre simplicidade. Bom, é o que ele faz, não é mesmo? Ele ensina, ajuda, corrige e nos faz crescer.

E uma palavra em especial que tem pairado em meus pensamentos é a palavra Simplicidade. Você já passou por uma experiência assim, onde tudo o que faz e pensa, acaba girando em torno daquele simples hiato, daquela palavra que martela sem parar. No caso em questão: Simplicidade, simplicidade e mais simplicidade era a minha constante meditação.

O benefício de ser filho de Deus, em primeiro lugar, é ser filho de Deus e, o segundo, é poder aprender direto da fonte. Comecei a fazer inúmeros questionamentos, alguns eu até encontrei respostas, outros, ainda estou aguardando. Mas algo interessante que ajuda no seus processos de aprendizagem, é ter um coração aberto para ser confrontado, ser vulnerável, não posso prometer que é fácil mas é, sem dúvida recompensador.

Primeira coisa que pude ouvir do Senhor é: Seja uma pessoa simples. Outra coisa: Caminhe como meu filho Jesus, olhe para a vida do meu filho. Abra a sua bíblia em Filipenses 2.

“ Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!”  Filipenses 2:1-8

Por um momento apenas, achei cruel da parte do Senhor me fazer ler estes versos novamente quando na minha ignorância, achava que já entendia tudo sobre Filipenses 2 (risos).

Veja bem, não é que não devamos estudar as escrituras sempre, mas a questão era pensar que já sabia o bastante para não continuar aprendendo. Depois que você escreve isso, de forma que outros saibam, chega a dar uma vergonha alheia, contudo, procuro ser verdadeira com vocês. Meus amigos, com sinceridade de coração, pensei ter conseguido viver de forma simples, mas percebi que muito se tem a aprender com a vida simples do filho de Deus.

Então, vejamos atentamente o que o Senhor quer nos ensinar, novamente. Se nós estamos em Cristo Jesus, e caminhamos no amor e compreendendo o que Jesus fez em nosso lugar por que, muitas vezes, consideramos ter alguma glória pessoal? Por quê? Constantemente achamos que somos suficientes e que somos capazes de fazer todas as coisas e usamos o nome de Jesus para promover o nosso ministério e obras.

Mesmo sabendo que não devemos nos entregar a vaidade do nosso coração e as vanglórias dessa era passageira, insistimos em nos considerar “bons” e “poderosos” para fazer o nosso nome maior do que o de Cristo Jesus. É muito sério, é muito Sério isso!! Não devemos nos considerar melhor do que Cristo. Nada é pela nossa força, não conseguimos fazer nada sem o poder que há na vida de Cristo, sem a revelação da poderosa vida de Jesus.

Agora, vem a parte que em particular pode ser bem confrontante, se foi-nos ensinado sobre amar e promover o nosso irmão, e considerar a ele de maior importância que a nossa própria vida, por que continuamos a fazer o contrário, por que a necessidade de se fazer maior e melhor que os nossos irmão? Por que andar em humildade e simplicidade é tão raro de  se ver no meio daqueles que dizem estar em Cristo e na comunhão do Espírito?

Queridos, tudo o que escrevo faço me colocando no lugar de viver novamente em humildade, se é que algumas vez andei verdadeiramente nesse lugar. O lugar de simplicidade não é apenas abster de coisas, e sim, fazer ausência do seu eu, para amar e cuidar dos interesses do reino de Jesus. Cristo  entregando-se na cruz, por amor e por cuidar dos interesses do seu Pai. Jesus é simples e ama o simples.

Lembre-se que viver conforme Jesus é andar em simplicidade, é não achar valor dos títulos e nos rótulos de glória que o próprio homem dá. Gostaria de soubessem, somos mais do que mercenários do reino, somos mais do que roubadores de glória, somos filhos e escolhidos do Pai. E somos hoje e amanhã e depois, depois e depois aqueles  vivem e viverão a vida que Jesus viveu.

Que a bondade de Jesus alcance o seu coração hoje e que você possa aprender todos os dias que Jesus é manso e humilde, que não se importou com posição, mas simplesmente, fazer a vontade do seu Pai.

“Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência.” Colossenses 3:12

Elohana Negreiros

Vinda das terras gaúchas, Elô é hoje missionária em tempo integral em Florianópolis. Ama as escrituras, e, assim como Davi, deseja contemplar a beleza de Deus e tem experimentado a grandiosidade de viver para a audiência de apenas um. Ela tem colocado todas as suas energias no cultivar de um relacionamento profundo Com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar