A intercessão regada por lágrimas

Para encerrar a nossa série de textos sobre a vida prática de oração, gostaria de falar sobre uma dimensão da oração onde poucas pessoas ousam entrar: a intercessão regada por lágrimas. Não posso dizer que já alcancei este lugar, porém, quanto mais estudo a Palavra e a vida de grandes homens e mulheres de oração, vejo que este é o caminho a ser trilhado por quem deseja ser amigo de Deus.

Quando falamos de intercessão , estamos falando de sermos parceiros naquilo que Deus deseja fazer (e prometeu que faria) na terra. Porém, há um lugar mais profundo de intimidade ao qual Deus nos chama, onde conhecemos o seu coração.

Jesus, quando estava perto de ser levado para ser entregue à morte, chamou seus três amigos, Pedro, Tiago e João, para vigiarem e orarem com ele (Mc 14:33-34). A passagem relata que assim que eles se achegaram mais perto dele, Jesus começa ficar aflito e agoniar-se. É nesse lugar de intimidade que Ele quer nos levar, pois amigos íntimos acessam o coração um do outro. Jesus se fez acessível e vulnerável ali naquele momento, pedindo que estivessem com ele.

Entretanto, logo mais na passagem, vemos que os discípulos não são capazes de vigiar e orar com Jesus, pois adormecem. É de se admirar que eles conseguiram dormir em um momento tão importante, mas quantos de nós não faríamos o mesmo?

VIGIAI E ORAI

O coração de Deus chora por tanta iniquidade, injustiça e maldade que há no mundo. Ele não está indiferente a todas essas situações, mas Ele procura aqueles que se achegarão ao Seu trono de graça e misericórdia para vigiar e orar. Deus quer compartilhar o seu choro conosco, mas enquanto estivermos distraídos, ocupados e insensíveis ao seu chamado, não iremos chegar neste lugar de intimidade.

Uma vida de oração também envolve sensibilizarmos nossos corações por aquilo que toca o coração de Deus. Podemos sim orar a Palavra, mas Deus quer corações disponíveis acima de tudo. Ele não precisa saber que suas palavras são bonitas ou gramaticalmente corretas. Ele quer um coração que está chorando pelo o que Ele chora, amando o que Ele ama. A partir desse lugar, e não o contrário, fluímos em oração, lembrando de suas promessas e da Sua Palavra.

Ainda que o lugar de intercessão pareça solitário muitas vezes, devemos ter a dimensão do privilégio que é ser chamado para estar neste lugar. Ao redor do Brasil e do mundo, Deus está levantando os seus amigos e os chamando para mais perto, para vigiar e orar com Ele.

Deus deseja compartilhar o seu coração conosco, por isso, podemos descansar sabendo que não choramos sozinhos.

É nesse lugar de intimidade coletiva, de Deus com a Sua Igreja, que tocamos o Seu coração. O convite ao choro com Jesus está estendido a nós, mas será que estamos sensíveis para ouvi-lo nos chamando?

Que possamos ser aqueles que vigiam e oram com Jesus.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário