Você já ouviu a história de Davi, quando ele foi chamado para tocar a harpa enquanto o rei Saul era atormentado por um espírito mau? Davi tocava notas e melodias, e então Saul sentia alívio, e o espírito mau se retirava dele (1 Samuel 16:23). Vemos nessa história que a pessoa indicada para ajudar o rei deveria ser alguém que tocasse bem e que fosse de Deus. Davi era um músico com muita habilidade e ele era ungido pelo Senhor. E parecia entender que a música, através de notas e melodias, pode ser usada para profetizar e libertar. 

“E Davi, juntamente com os capitães do exército, separou para o ministério os filhos de Asafe, e de Hemã, e de Jedutum, para profetizarem com harpas, com címbalos, e com saltérios…” 1 Crônicas 25:1

Profetizando por meio de notas e melodias

Portanto, Davi quando se tornou rei, ele trouxe a Arca da Aliança para Jerusalém e separou homens para o ministério que pudessem profetizar com harpas, címbalos e com saltérios (1 Cr. 25:1). Esses músicos eram chamados para profetizar, e não para entreter, e como músicos, esse é o nosso chamado.

É evidente que profetizar significa trazer uma mensagem da parte de Deus, mas o que isso significa quando a minha mensagem é liberada através de melodias e não de palavras? Como músico, profetizar, é passar através de notas e melodias aquilo que o Senhor está falando ao nosso coração. Aquilo que Ele deseja liberar sobre paz, justiça, alegria. Um músico precisa buscar entender em momentos de intimidade com o Senhor o que Ele está dizendo e transmitir isso através de sons e melodias.

Por exemplo, quando estou com meu instrumento, sinto como se o Senhor soprasse algo sobre mim. Às vezes uma melodia, e muitas vezes uma palavra como: “refrigério”, “estar sensível”, “abrir o coração”, “se humilhe diante do Senhor”, “temor”, “graça”. E eu busco traduzir isso com uma melodia. Muitas vezes sinto algo bem forte do Senhor, como se meu coração queimasse, enquanto tocava algo mais forte, mais intenso, mas também já senti algo como um choro profundo dentro de mim, e eu sabia que deveria tocar de uma forma mais suave e leve. 

Por onde começar?

Primeiramente, você precisa ter domínio da ferramenta que você está usando, no caso, o seu instrumento, dominar é conhecer totalmente algo. Por exemplo, para quem toca guitarra, isso significa que é preciso conhecer toda a região do braço da guitarra, fazer qualquer tipo de acorde para quando o Senhor falar algo ao meu coração, eu não ter que ficar pensando: “Ah, aqui é onde fica o dó, não, é, espera..”. Então, eu preciso estudar ao ponto de poder tocar sem ter que ficar pensando muito, como pilotar no “modo automático”. 

É muito importante e primordial que o músico também saiba ouvir a voz do Senhor. Para isso é preciso ter intimidade com Ele. Enquanto você estiver tocando, o Senhor pode soprar algo ao seu coração, e é preciso discernir o que Ele está querendo dizer, às vezes o profetizar naquele momento pode significar não tocar nada, que é o mais difícil. É preciso entender o ambiente e servir, sabendo que Deus sopra sobre os outros integrantes do time também, e pode ser o momento de outro instrumento liberar algo, e não o seu. É uma jornada até encontrar esse lugar, e para isso deve existir muito tempo com a Bíblia e oração (aprofundando em intimidade com Deus), e também estudando o instrumento, são duas coisas caminhando juntas, é por aí que começa.

“Cantem-lhe uma nova canção; toquem com habilidade ao aclamá-lo.” Salmos 33:3

Deixe uma resposta