Que bom poder compartilhar com você um pouco de minha história missionária. Praticamente cresci na igreja, pois os meus pais se converteram quando eu tinha uns dois aninhos. Desde criança, aprendi sobre Jesus e como Ele se entregou na cruz por nós. De Gênesis ao Apocalipse, Ele nos ama.  

Nas escolas bíblicas que eu frequentava ouvia sobre as histórias de missionários e missionárias. E, até mesmo cantávamos sobre missões. Foi nesse ambiente infantil que, pela primeira vez, respondi ao apelo de dedicar minha vida para ir a outras nações falar do amor de Deus. Além disso, meus pais cultivavam em nosso coração o amor pelo próximo. Muitas vezes, acolhemos em nossa própria casa pessoas excluídas e à margem da sociedade.

Na medida em que eu fui crescendo e apesar das crises de fé, meu amor por Deus foi sendo cristalizado. Em um tempo de intensa restauração pessoal em que orava, eu via o mapa do mundo à minha frente. Era uma visão bem clara e meu coração queimava diante desse amor pelas nações e do desejo de que Jesus seja adorado em todas as línguas e culturas. Um dia todos os povos se prostrarão diante d’Ele.

“Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos; e clamavam com grande voz: Ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro pertencem a Salvação.” Apocalipse 7.9-10

O tempo de espera para ser uma missionária

Em fevereiro farei 10 anos como missionária e há algo que desejo te confessar. Nada tem sido como eu imaginei! E isso, necessariamente, não é algo ruim. Às vezes, Deus “fere” as nossas expectativas a fim de nos curar. Além disso, Ele sempre tem me surpreendido.

Fiz meu primeiro treinamento em JOCUM em 2005 (ETeD- Escola de Treinamento e Discipulado) no Paraná. Porém, ao fim da escola, entendi que era preciso voltar para casa dos meus pais. Então, fui morar no interior do Mato Grosso em uma cidade chamada Pontes e Lacerda onde meu pai pastoreava uma Igreja local. Ali eu considerava meu primeiro campo missionário.

Foram quase seis anos, em que tive bons momentos e também muito questionamento sobre não ir para outros países. Em Pontes e Lacerda me dediquei especificamente ao mercado de trabalho e a igreja local. Apenas em 2011 voltei a servir na JOCUM. E acredite, a única nação estrangeira que fui até hoje, foi à Bolívia e isso na minha ETeD. Mas, ainda continuo crendo e confiantemente esperando pelo cumprimento das promessas de Deus. Sei que meus pés pisarão em outras nações.

Missão e sociedade: Qual é a sua vocação?

Uma das coisas que aprendi em JOCUM foi sobre as áreas de influência da sociedade e como Deus nos chamou para exercer liderança em cada uma dessas esferas. Você sabia que nem existe o termo missionário e missionária na Bíblia? Nós somos ordenados: IDE! Independentemente de onde estamos plantados, somos chamados para iluminar e salgar os ambientes em que Deus nos colocou.

“Vós sois a luz do mundo. Uma cidade edificada sobre um monte não pode ser escondida. Igualmente não se acende uma candeia para colocá-la debaixo de um cesto. Ao contrário, coloca-se no velador e, assim, ilumina a todos os que estão na casa. Assim deixai a vossa luz resplandecer diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus.” Mateus 5.14-16

Entender nossa vocação, propósito e valores é de suma importância para desenvolvermos o IDE com amor e alegria. Não importa onde você e eu estejamos desde que estejamos em obediência a Cristo. Leia sobre as características de um discípulos. 

Mas, o que são as esferas da sociedade?

Todas as sociedades, seja na África, na Europa ou em qualquer outro lugar do mundo, independentemente de sua forma de organização e cultura, possuem pilares fundamentais que fazem parte de sua estrutura. E esses pilares se encontram em todas as civilizações criadas pelos homens, mesmo em meio a tantas diferenças culturais.

As Esferas ou as Áreas de Influência da Sociedade são:

  •         Família (lar)
  •         Religião (igreja)
  •         Educação (escolas)
  •         Mídia (comunicações)
  •         Artes (entretenimento e esportes)
  •         Economia (negócios e comércio)
  •         Governo (política)

Deus colocou dentro de cada um de nós dons e habilidades, nós podemos desenvolver um trabalho excelente em uma ou mais de uma dessas áreas. Onde Deus plantou você? É nesse lugar onde Ele te convida a resplandecer a beleza e Glória de Jesus.

“pois é Deus quem produz em vós tanto o querer como o realizar, de acordo com sua boa vontade.” Filipenses 2.13

Entendendo o meu papel como missionária

Quando crescemos em nosso conhecimento de Deus e em nossa identidade em Cristo somos tomados por autenticidade e liberdade. E, esta é uma jornada para todos os nossos dias. Eu tenho conhecido a Deus e me visto através de Seu olhar. E isto caro amigo e amiga, tem me enchido de paz.

Sabe, fui uma pessoa bem quebra-galho e com certa facilidade de adaptação. Servi na igreja a minha vida toda em tudo o que era necessário. Do departamento infantil, ao louvor, a cozinha e isso não foi diferente em JOCUM. Mas, o tempo na fhop me levou a um novo nível em meu relacionamento com Deus e como uma missionária do Reino.

A jornada que se iniciou em JOCUM se tornou muito plena quando me juntei a Casa de Oração de Florianópolis. Ali, fiz escolhas desafiadoras quanto ao meu chamado, aprendi a dizer não a algumas funções mesmo tendo medo de ser rejeitada pela liderança, não que esse medo fosse um medo real. Eu não fui rejeitada, mas lançada a fluir nos meus dons e habilidades.

Assim, comecei a escrever, redescobri minha arte e me lancei em alguns sonhos a muito tempo esquecidos. Me tornei interdependente em meu ministério, entendendo que Deus me chamou para ensinar seus mandamentos através da escrita, para produzir conteúdo que firme a fé no coração dos meus irmãos. Deus tem me conectado a algumas áreas de influência e não a um único ministério. Tenho sido uma missionária criadora de conteúdo no tempo em que vivemos. O Senhor tem confirmado a obra de minhas mãos.

“Que a graça do Senhor, nosso Deus, pouse sobre nós; faze prosperar as obras das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos!” Salmos 90.17

Conclusão

Enfim, após ler este breve testemunho desejo que você seja encorajado a ser uma carta viva de Cristo. Um missionário e missionária onde você estiver. Que sejamos como aqueles que viram o mundo de cabeça para baixo não por obrigação, mas por uma paixão intensa por Jesus. Missões, sobretudo, tem a ver com nosso DNA como Igreja. É nosso privilégio proclamar as boas novas da salvação. Este não é um chamado de alguns com ações missionárias esporádicas, mas uma ordenança de Cristo para sua Igreja. Leia mais sobre Igreja Missional na série Ekklesia. IDE! Fazei discípulos de todas as nações!

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.

Deixe uma resposta