Certamente o coração do homem é enganoso, mas há uma promessa de Deus sobre nós. O Senhor é Aquele que nos sonda e nos conhece. Ele tem o poder para mudar os nossos sentimentos e quebrar toda estrutura mental de pensamento. Tudo o que nos impede de confiar em seu amor e de realizar sua vontade na terra é rompido pelo conhecimento da Verdade, descrita em Sua Palavra Viva. Precisamos ser ousados como Davi e pedirmos ao Senhor que Ele sonde o nosso coração e nos livre de todos os caminhos maus.

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.” Salmos 139.23-24

Não importa quanto de escuridão possa existir. Cada pedacinho do nosso ser não está oculto aos olhos de Deus. Esquadrinhar significa: examinar minuciosamente, procurar algo em todos os cantos, palmo a palmo… Ou seja, há calabouços que precisam serem abertos para que de fato possamos experimentar liberdade em cada área de nossas vidas. A Bíblia nos ensina como encontrar a felicidade e ela não está fora de Jesus. Por esse motivo é tão importante que Deus sonde o coração do homem.

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto de suas mãos.” Jeremias 17.9-10

Quatro Princípios para a felicidade:

A Bíblia nos ensina como obter a felicidade. E quais princípios podem conduzir nosso coração em alegria. A felicidade nos termos bíblicos se difere do conceito humano, é mais profundo e independe de circunstâncias externas. Assim, podemos dizer que, bem-aventurado é o mesmo que feliz. De acordo com o Salmo 84 há características bem específicas que se manifestam na vida do homem bem-aventurado. Esses são apenas alguns exemplos. Porém, podemos encontrar muito outros.

I – Habitar na casa de Deus

Ainda no  Salmo 84, o escritor descreve sua ânsia pela presença de Deus, afirmando que a própria alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor. Ele chama o Tabernáculo de Deus de amável. E destaca: “o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo.” O prazer de estar no átrio do Senhor era tamanho que seu corpo respondia com intensa alegria.

Existe um lugar de plenitude onde cada um de nós pode habitar. Deus escolheu nos fazer filhos. Enviou a Jesus para nos trazer salvação e quebrar todo jugo que nos separava do Pai. Temos livre acesso a Sua Presença. O véu se rasgou e podemos entrar. Podemos adorá-lo de todo o nosso coração e este é um dos segredos da felicidade. Sermos adoradores extravagantes, reconhecendo que nossa força vem dele assim como nossa esperança. Habitar em Sua Casa é viver Coram Deo.

“Bem aventurado os que habitam em tua casa; louvam-te perpetuamente.” Salmos 84.4

“Bem aventurado o homem cuja força está em Ti, e cujo coração se encontra os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre as primeiras chuvas. Ó Senhor dos Exércitos, feliz é o homem que em ti confia” Salmos 84.5-6,12

II – A força está em Deus

“Bem aventurado o homem cuja força está em Ti…”

Mesmo que passando por aflições o Senhor tem nos chamado a olhar para Ele e superarmos os desafios que a vida nos proporciona. A tendência humana é se cansar. Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Deus nos olha e diz: seja forte, seja corajoso, assim como falou a Josué, Ele também nos afirma.

Inúmeras histórias Bíblicas revelam milagres. Pessoas aparentemente irrelevantes tornam-se desbravadoras e marcam a história de gerações futuras. “Davi ficou profundamente angustiado, pois os homens falavam em apedrejá-lo; todos estavam amargurados por causa de seus filhos e de suas filhas. Davi, porém, fortaleceu-se no Senhor, o seu Deus.” 1 Samuel 30.6

Não sei qual a sua história Bíblica preferida, nem mesmo qual é o seu “herói”, mas lembre-se: as narrações são verdadeiras e são exemplos que nos inspiram a ir além de nossas fraquezas. Quando a força nos faltar, vamos lembrar que a graça do Senhor nos basta, pois o seu poder nos aperfeiçoa mesmo em nossas fraquezas.

III – O Coração se encontra os caminhos aplanados

“… bem aventurado o homem… cujo coração se encontra os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva.” Salmos 84.5-6

Às vezes, nosso coração se torna duro, como o coração de pedra descrito pelo profeta Ezequiel (36.26). Mas o Senhor tem o poder de amolecer nosso coração e o encher de ternura. Retirando todo peso e raiz de amargura – “Que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe e muitos sejam contaminados por meio dela.” (Hebreus 12.15b).

Este homem bem-aventurado, mesmo no vale de Baca (que significa lágrimas), faz dele um manancial. Mesmo no deserto haverá água fresca, sombra e proteção. Os tempos áridos produzirão bons frutos. Caminhos aplanados sugerem liberdade, nivelamento e ausência de obstáculos para prosseguir. Essa realidade nem sempre é física, mas espiritual e começa de dentro para fora.

“Por isso, restabelecei as mãos descaídas e os joelho trôpegos; e fazei caminhos retos para os pés, para que não se extravie o que é manco; antes, seja curado.” (Hebreus 12.12-13)

“O caminho do justo é todo plano; tu retamente pesas o andar do justo.” Isaías 26:7

Gratidão é uma palavra que está em voga. Infelizmente no excesso do uso de uma palavra ela perde o significado. Pode se tornar descartável, sem o devido peso e valor. E mesmo que essa palavra esteja sendo usada em excesso, de fato, pensar em caminho plano é ser agradecido a Deus e poder caminhar em fé.

IV – Confia no Senhor

“Ó Senhor dos Exércitos, feliz é o homem que em ti confia.” Salmos 84.12

O segredo da felicidade está na confiança em Deus. E o que é confiar? É parar de tentar controlar tudo à nossa volta e saber que não estamos sós. É contar com a ajuda do céu. É se jogar sem medo de cair ou se machucar. Descansar é repousar seguro nos braços do Pai, sabendo que Ele é Soberano sobre todas as coisas que acontecem e que nada pode fugir do seu controle e permissão. Nada pode impedir o seu braço forte de agir.

Podemos dizer que confiar é saber que, mesmo que não entendamos certas circunstâncias, ainda assim, o amor de Deus nos basta. Não tem a ver com paralisia física ou emocional, mas tem a ver com fé e convicção de cuidado. Deus nunca nos abandona ou deixa de nos amar. Precisamos mudar o padrão de pensamentos e reconhecê-Lo pelo caminho.

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas.” Provérbios 3:5-6

O mais importante é o amor

“Eu, porém, confio em teu amor; o meu coração exulta em tua salvação.” Salmos 13:5

Acima de tudo, amor de Deus nos dá confiança para adentrarmos em Seus átrios, isto é: para viver diante de Sua Presença. É o Seu amor que nos fortalece e nos faz corajosos. É o Seu amor que nos faz livres no caminho. É o Seu amor que nos faz confiar.

Como está o teu coração? Qual tem sido os teus desafios? E como construir caminhos planos? Que hoje Jesus possa iluminar nossas vidas e gerar em nós a felicidade que vem d’Ele. Não deixe de compartilhar conosco sua história. 

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.

Deixe uma resposta

×

Carrinho