Nos últimos anos, várias igrejas em diferentes estados do Brasil têm respondido ao chamado do Senhor para entrar em parceria com Ele no lugar de oração. Nesse processo, algumas dúvidas podem surgir em nossas reuniões de oração. Então, como orar de forma intencional e que reflita o anseio de uma Noiva que está aguardando o retorno de Cristo?

Orar a palavra

Na cruz, Jesus nos resgatou e nos livrou da morte. Como diz o texto bíblico:

“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.”  Romanos 8:1 

Ao orarmos, devemos nos focar em Deus e não no pecado ou nos demônios. Este é o modelo das orações do Novo Testamento, feitas pelos apóstolos. Assim, precisamos desejar maior liberação do ministério do Espírito Santo sobre nossas comunidades de fé e cidades. E centrar nossas declarações em virtudes como paz, alegria, unidade, santidade e esperança. De maneira prática, é importante que nossas orações estejam centradas em versículos bíblicos. Orar a palavra é declarar as verdades de quem Deus é, e o que Ele pensa sobre nós, sua Igreja, as cidades e países. É concordar com o que Ele diz em suas Escrituras e profetizar isso mais uma vez sobre nossa igreja local.

Alguns tópicos sobre o que orar pela Igreja local a partir das orações apostólicas:

-Unidade entre os cristãos e suas famílias (Jo 17:21-23);

-Por um derramamento do Espírito profético sobre pregadores, pastores e equipes de louvor (At 2:17);

-Pela manifestação da presença de Deus em todos os departamentos da igreja local. E que as pessoas possam ser salvas, libertas e reavivadas pelo Espírito (At 2:17);

-Por amor entre os cristãos e que o espírito de santidade prevaleça (Fl 1:9-11), ansiar que os cristãos possam ser fortalecidos no íntimo do seu interior (Ef 3:16-19);

-Por convicção sobre a pregação da Palavra para que todos sejam profundamente impactados (Jo 16:8);

-Para que seja liberado sobre as igrejas e graça para orarem de forma intensa (Zc 12:10);

-Propagação do Evangelho e o despertar dos cristãos para a proclamação das boas novas (Mt 9:37-38);

-Pela manifestação e liberação dos dons do Espírito Santo (At 2:17);

-Pelo Espírito de sabedoria e revelação no pleno conhecimento de Deus sobre todos os líderes e membros das comunidades de fé (Ef 1:17);

-Para que haja oportunidades de pregação do evangelho e aqueles que ainda não creem possam ser convencidos através do Espírito Santo (Cl 4:3; 2Ts 3:1);

Assim, ao orarmos de forma intencional por nossa igreja local, podemos em fé confiar que o Senhor escuta nossas petições. E, no seu devido tempo, veremos transformação. O Senhor chama sua Noiva para que esteja preparada para a Sua volta, conectada com Ele através da oração.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar