Cada ser humano carrega dentro de si anseios do coração, são os anseios inerentes à alma. Desejamos viver uma vida cheia de significado e relevância. A verdade é que foi Deus quem nos criou dessa maneira. Com o profundo desejo de que a vida não seja meramente superficial… E sim, que exista algo mais do que apenas sobreviver.

Você já parou para pensar por que admiramos a beleza? Por que amamos amar? Ou por que desejamos aceitação? Quem sabe, já ouviu falar que dentro de cada ser humano exista um vazio do tamanho de Deus que apenas Ele pode preencher.

As ações atrás de nossos atos são frutos desses anseios do coração. De tudo que está, às vezes, oculto e escondido dentro do coração do homem. Podemos tentar anular e até mesmo escapar, mas nossa alma continuará clamando. Então, paremos para pensar nos anseios do coração.

O anseio por ser apreciado

Quando Jesus foi batizado por João Batista o céu se abriu e de lá uma voz falou para que todos pudessem ouvir: “Este é meu Filho amado, em quem muito me agrado.” (Mateus 3.16-17). Jesus foi afirmado pelo Pai em sua identidade. E, este também é um deseja latente em nós: sermos aceitos como filhos. De sermos amados independente de quem somos ou mesmo de nossas imperfeições.

Um dos motivos de Deus nos dar pais terrestres é que, de alguma forma, eles representassem a Sua Própria Paternidade. Infelizmente, em um mundo caído, muitos filhos têm seus corações dilacerados por rejeições. Mas, a Bíblia nos afirma que ainda que nossos pais nos abandone, o Senhor sempre nos acolherá. 

“Ainda que meu pai e minha mãe me abandonem, o Senhor me acolherá”. 

Quando entendemos que Deus nos aceita e que tem prazer em nós, somos inundados por uma alegria tão profundo que é até difícil de expressar. E, isso nos enche de esperança para o Grande Dia, onde estaremos diante de seus pés e seremos a sua glória. Nossos olhos verão o Rei, pois nosso coração anseia pela eternidade. Ansiamos pelo próprio Rei.

“Vem o dia em que o renovo de Yahweh, o Senhor, será belo e glorioso, e o Fruto da Terra será a felicidade e a glória dos sobreviventes de Israel.” Isaías 4.2

“Teus olhos verão o rei em todo o seu esplendor e vislumbrarão o território em sua plena dimensão.” Isaías 33.17

O anseio por beleza

“Em cada coração humano existe um impulso secreto que responde às vibrações da beleza.” Rhodes Scholar C. Morley

Ao observarmos a natureza, podemos perceber que estamos rodeados por beleza. E quanta ternura de Deus, que ao criar, pensou em tantos detalhes. Há diversidade de cores, texturas, tamanhos e até nos movimentos quando árvores se balançam ao vento, bela dança invade a vida. E podemos contemplar uma pequena parte da Glória do Senhor.

O impacto do belo molda nossos caminhos e escolhas. Porém, mais importante que a beleza exterior é a beleza que não se desvanece. É preciso olhar para dentro do coração e pedir para Deus moldar nosso caráter para que possamos refleti-Lo e enfeitar o mundo com as Suas cores.

“Portanto, o que vos torna belas e admiráveis não devem ser os enfeites exteriores… Pelo contrário, esteja em vosso ser interior, que não se desvanece. Toda a beleza que se revela mediante um espírito amável e cordato, o que é de grande valor na presença de Deus. 1 Pedro 3.3-4

Desejamos ser fascinados

Saiba que não é sem motivos que objetos ou coisas chamam nossa atenção. Fomos criados para sermos fascinados. O grande problema é que em um mundo contaminado pelo pecado nossa percepção do que é certo pode ser deturpada. Sendo assim, o alvo do nosso fascínio deixa de ser o nosso Deus Amoroso e se tornam apenas coisas. A questão é que coisas e ídolos nunca vão satisfazer nossa alma. Nunca vão preencher nosso coração. Além disso, nos tornamos semelhantes aquilo que adoramos, muitas vezes ficamos como cegos e mudos.

“Tornem-se, portanto, como eles, aqueles que o fazem e todos os que neles confiam.” Salmos 135.18

Que o anseio por fascinação não nos distraia e nem nos entretenha nos tirando o desejo de amar a Deus sobre todas as coisas. E nossos olhos estejam fixos em Jesus, pois Ele é Digno de nosso fascínio. Que apenas Jesus tenha o nosso encantamento.

Deus cura corações quebrados

Ouvi a história de um missionário que evangeliza clientes de prostituição em Zonas Vermelhas na Tailândia. Ele dizia que, ao sentar-se com homens que estavam dispostos a comprar sexo, lhes perguntavam: porque eles estavam ali? E, sempre havia uma resposta e por mais estranha que pudesse parecer, ele apenas continuava a ouvir e a ir mais profundo no que diziam aqueles clientes. O missionário sempre se importava com a história. E, a verdade é que cada homem ali estava buscando algo para preencher seu interior. Nunca era apenas sobre sexo, pois os homens estavam recheados de vazios e dores.

Tudo aquilo que é latente e autêntico em nós pode ser desvirtuado pelo pecado. Nossos dons e talentos, e até mesmo os anseios de nosso coração, podem ser contaminados pela semente do maligno. Mas há cura para o coração e alinhamento para permanecermos em Cristo. Nossos anseios devem ser devotados a Jesus.

Onde os anseios do coração nos levarão

Quanto aos anseios dentro de nós: eles nos levarão para Deus ou nos farão fugir d’Ele. A boa notícia é que o Senhor esquadrinha o nosso coração e nos ensina o caminho que devemos seguir. Nele, nossos anseios serão supridos. Nosso coração será dilatado e nossa alegria completa.

Se quiser saber mais sobre este tema, leia o livro do Pastor Mike Bickle: “Os sete anseios do coração humano.” E, lembrem-se: nossos anseios podemos entregar para Jesus, pois só Ele é Digno do nosso amor e devoção. Somos tudo o que Ele deseja. 

“Eu sou do meu amado e ele deseja somente a mim.” Cantares 7.10

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.

Deixe uma resposta